Agora é lei! Dia de Nossa Senhora da Glória, padroeira de Ceilândia, é incluída no calendário oficial de eventos do DF

Notícias

Agora é lei! Dia de Nossa Senhora da Glória, padroeira de Ceilândia, é incluída no calendário oficial de eventos do DF

O Diário Oficial desta quarta-feira (18/12) traz a publicação da lei 6.422/2019, de autoria do deputado Chico Vigilante (PT), que institui e inclui no calendário oficial de eventos do DF o Dia de Nossa Senhora da Glória, padroeira de Ceilândia.

De acordo com a legislação, o dia 15 de agosto, data da festa litúrgica da Santa, deve ser incluída no Calendário Oficial de Eventos do Distrito Federal.

Nossa Senhora da Glória é o título que se refere a três verdades de fé professadas pela Igreja: a Dormição de Nossa Senhora, sua Assunção ao céu em corpo e alma e sua Glorificação como Rainha do céu e da terra. São o quarto e o quinto Mistérios Gloriosos do Terço.

Em Ceilândia, a Paróquia Nossa Senhora da Gloria foi criada em 16 de janeiro de 1973, por Dom José Newton, Arcebispo de Brasília, e entregue aos cuidados dos frades capuchinhos.

História – a construção da Igreja de Nossa Senhora da Glória teve início no ano de 1972 em uma área compreendida entre as quadras QNM 03/05.

No princípio, uma construção improvisada foi erguida com madeiras doadas por membros da comunidade e por madeireiras locais. Em agosto de 1972, Frei Cirino João Primom assumiu a responsabilidade pela obra dos frades capuchinhos na Ceilândia Sul.

Com verbas obtidas na Alemanha, Frei Cirino providenciou a construção de uma Igreja de alvenaria, onde se fixou a comunidade de Nossa Senhora da Glória.

No ano seguinte, observando o grande crescimento da cidade e atento às necessidades do povo ceilandense, o então Arcebispo Dom José Newton, após ouvir o conselho presbiteral, decidiu criar a Paróquia Nossa Senhora da Glória, o que aconteceu canonicamente em 16 de janeiro de 1973, designando-se Frei Cirino João Primom como seu primeiro pároco.

Em uma missa realizada no dia 8 de abril de 1973, Dom José estabeleceu de fato a Paróquia Nossa Senhora da Glória, constituída pela Matriz e mais três capelas (Santo Antônio, São Francisco e Perpétuo Socorro), cada qual com sua respectiva Obra Social anexa.

Em 18 de agosto de 2013, foi estabelecido o templo definitivo da Paróquia Nossa Senhora da Glória na EQNM 03/05 da Ceilândia Sul. Nesta ocasião, depositou-se sob o altar paroquial uma relíquia de São Francisco, em homenagem aos frades capuchinhos que fundaram a paróquia.

Atualmente, a Paróquia Nossa Senhora da Glória é administrada pelo Padre José Raimundo Laurindo de Carvalho (pároco), com a colaboração do Padre Ramos (vigário paroquial), do Diácono Carlos Ferreira da Rocha e do Diácono Luiz Carlos Lama da Sirva (Lucas).

Padroeira – Em 2002, a Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou a Lei Distrital no 2.908/2002, que proclamou Nossa Senhora da Glória como padroeira da Região Administrativa de Ceilândia/DF.

Equipe Chico Vigilante

Equipe Chico Vigilante

Deixe uma resposta