Chico Vigilante – Deputado Distrital – Coragem e Determinação Canal do Chico no YouTube Página do Chico no Facebook Página do Chico no Twitter

O exemplo de Lula


Por Leonardo Attuch- jornalista

 

Quem ainda não viu, assista.

O vídeo em que Lula agradece ao povo brasileiro pela solidariedade empenhada, do Oiapoque ao Chuí, diante de sua doença, que foi disponibilizado pelo Instituto Cidadania (www.icidadania.org), é, talvez, a mais perfeita peça de comunicação já feita na história do País. E é também uma peça política sem que tenha sido planejada com esse fim. Foi uma mensagem espontânea, sincera e fruto da intuição de um gênio na arte da comunicação.

Basta assistir ao vídeo para entender por que Lula, enquanto estiver presente na cena política, será um personagem imbatível e sem adversários à altura, dentro ou fora do PT. Primeiro, há a identificação com o homem comum – “o que aconteceu comigo é daquelas coisas que acontecem com todos, mas a gente pensa que é só com os outros, nunca com a gente”. Em seguida, a fé e um conselho, válido para qualquer pessoa. “Vamos tirar de letra” e “Basta seguir as recomendações médicas”.

O vídeo ganha mais significado quando surgem as primeiras mensagens políticas, como (1) “não existe espaço para pessimismo”, (2) “sem perseverança, não se vai a lugar nenhum” e (3) “nós temos que lutar, pois afinal de contas é para isso que nós viemos para a Terra”. É nesses pontos que a luta do ser humano Luiz Inácio contra o câncer se confunde com a do povo brasileiro contra as agruras do dia a dia.

E é assim que surge a identificação entre o líder e as massas.

Se não bastasse o conteúdo, há também a forma. Lula, o tempo todo, está ao lado da esposa, Marisa Letícia, de onde parece brotar uma força sobrenatural. Aliás, o companheirismo desfrutado pelo ex-presidente ao longo de sua vida, privilégio raro, explica boa parte do seu sucesso. No fim, há a mensagem endereçada aos companheiros e militantes, que são convocados por Lula para “o próximo comício”, “a próxima assembleia”.

Nada disso foi ensaiado ou planejado. Foi uma cena perfeita, numa só tomada, e sem erros de gravação. Quem, além de Lula, conseguiria fazê-la? E o fato concreto é que, no imaginário popular, o ex-presidente tornou-se ainda maior. Quem venceu a fome, a ditadura, o preconceito e a desconfiança dos mercados há de vencer o câncer.

E, se Lula pode vencer, todos os brasileiros também podem.


Compartilhe:

Mais artigos

11/06
Importância da aliança PT/PMDB

28/05
O tratamento da loucura

17/05
Dias contados para o Cartel dos Combustíveis do DF

17/05
Resistindo ao crime organizado, por Agnelo Queiroz

24/04
Juros altos e o maior spread do mundo: o Brasil tem que mudar

17/04
Educação: questão prioritária para o GDF

17/04
Jornalismo investigativo ou cumplicidade?

10/04
Uma vida sem drogas: responsabilidade de todos

10/04
A verdade sobre a ditadura militar

29/03
Fora abutres: o Fundo Constitucional do DF é legal!

28/03
Artigo: Somos e seremos implacáveis com o desperdício de recursos na Saúde, por Alexandre Padilha

12/03
Brasília em agonia

16/02
O preconceito da elite contra a classe trabalhadora

16/02
Inovar é preciso

13/02
O dia em que o bancário sindicalista virou presidente de banco

06/02
A Cuba que Dilma visita

27/01
Sistema público de saúde : conquista a ser mantida

26/01
Meninas na política: a realidade no imaginário popular

19/01
Turismo interno: conhecer mais o Brasil é também fazê-lo melhor

13/01
Previdência Pública X Previdência Privada : Pra onde vamos ?

03/01
Cresce, no Brasil, a consciência de mudança da centro-esquerda

03/01
É preciso louvar o intenso esforço dos líderes da base no Congresso, orientando suas bancadas a votar a favor dos projetos e ações do Executivo

20/12
Merval Pereira é uma ficção da Globo

17/12
A prepotência americana

11/12
Fala sério, João Dias!

09/12
Quem nos restituirá os R$ 2,5 bi que a Caixa de Pandora levou?

28/11
Coragem de lutar, ousadia para vencer!

22/11
O drama de Brasília e o lenço de Desdemona

22/11
Regular a segurança privada : necessidade urgente no Brasil

15/11
Regular a segurança privada: necessidade urgente no Brasil

13/11
O exemplo de Lula

01/11
Caro Lula: vamos vencer mais essa!

19/10
O campo minado no PSDB

14/10
Basta de violência contra mulheres

14/10
Aviso prévio e o protagonismo legislativo

05/10
A luta contra a corrupção começa dentro de casa

04/10
Salários e professores

29/09
A unidade no governo e os rachas na oposição

23/09
A mulher e a democracia no Brasil

13/09
Da obrigatoriedade legal à responsabilidade social

13/09
Sim, há vagas para artistas em Brasília!

05/09
O jogo da oposição

05/09
Patrimônio cultural versus expansão urbana com desenvolvimento sustentável: o falso dilema

31/08
A economia mundial no "novo normal"?

30/08
O embrutecimento do ser humano

24/08
A fome que mata

19/08
Um pouco menos de hipocrisia

19/08
A ganância do cartel

15/08
O investimento social privado na educação brasileira

08/08
O que querem afinal?

02/08
Uma grande vitória nessa perniciosa guerra fiscal

25/07
Aumentar investimentos é meta estratégica para o Brasil

11/07
A nova divisão internacional do mundo

05/07
A bastilha da exclusão

04/07
Superar a miséria

04/07
Prêmio a Lula, um reconhecimento ao Brasil

17/06
Políticas para as micro e pequenas empresas

09/06
Cuidar da água é uma forma de proteger o ecossistema como um todo

25/05
Comerciários são os que mais trabalham no país

24/05
Os muros que nos cercam

Câmara Legislativa
Praça Municipal Qd. 2 lt. 5, SIG, Brasília-DF, CEP 70.094-904
Telefone: 61 3348-8090
Gabinete Popular
QNM 7 Conjunto "O" Lote 45, Ceilândia Sul, Brasília-DF, CEP 72.215-085
Telefone: 61 3048-2633
chico@chicovigilante.com.br