Centro de Convenções recebe a 4ª Bienal do Livro

Notícias

Centro de Convenções recebe a 4ª Bienal do Livro

Maior evento dedicado às letras na região central do Brasil, a Bienal Brasil do Livro e da Leitura chega à quarta edição em 2018. Entre 18 e 26 de agosto, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, recebe mesas de debates, lançamentos de livros, encontros com escritores, apresentações artísticas, homenagens e uma grande diversidade de estandes de editoras e livrarias, apresentando lançamentos e títulos inéditos.

A edição deste ano do evento conta, mais uma vez, com o apoio do deputado distrital Chico Vigilante (PT) que destinou R$ 300 mil em recursos de suas emendas parlamentares para a realização da Bienal. Nesta segunda-feira (20), o parlamentar visitou a Bienal e ficou impressionado com a grandeza do evento.

“A Bienal está um espetáculo, uma coisa maravilhosa. Tive o prazer de poder ajudar na realização. Vale a pena as pessoas passarem por aqui para adquirem livros, fazer uma boa leitura. Porque a leitura leva conhecimento para as pessoas. Certamente, fará uma sociedade menos burra”, afirmou na saída do Centro de Convenções.

A quarta Bienal do Livro tem como tema “Os Outros Somos Nós”, para propor, a partir de reflexões aprofundadas trazidas pelos debates dos convidados, um maior entendimento e respeito às diferenças.

O evento irá trazer pela primeira vez ao Brasil o premiado autor nigeriano Chigozie Obioma, do romance “Os Pescadores”, elogiado pela crítica literária como sendo “’O Caçador de Pipas africano”. A edição deste biênio vai homenagear a escritora brasiliense Gina Vieira Ponte, criadora do premiado projeto ‘Mulheres Inspiradoras’, que tem dedicado sua vida a derrotar preconceitos e é uma educadora reconhecida no Brasil e no exterior.

A BBLL tem como objetivo incentivar a leitura e democratizar o acesso ao livro com uma programação totalmente gratuita formada por lançamentos, debates e sessões de autógrafos com renomados escritores brasileiros e estrangeiros, exibições de filmes e espaços com programação infantil e juvenil, além de extensa feira com a presença de editoras e livrarias com novidades e uma infinidade de títulos por preços acessíveis ou com descontos.

Entre as novidades desta edição estão o Espaço HQ, dedicado às histórias em quadrinhos, contando com profissionais brasileiros de renome e jovens talentos; e o Espaço Z, com a presença de youtubers e influenciadores digitais que têm em comum a paixão pela literatura. Filmes que dialogam, de alguma maneira, com o universo das letras estão na programação de cinema. Para as crianças, o evento reserva uma série de atividades artísticas e culturais, como filmes e contação de histórias.

A Bienal também conta com muita música. Reconhecendo o momento magnífico do protagonismo feminino no atual cenário cultural de Brasília, o Palco D’Elas apresenta artistas de grande relevância, e variados estilos e linguagens.

A Bienal – Ao longo das edições realizadas em 2012, 2014 e 2016, a Bienal Brasil do Livro e da Leitura recebeu mais de 830 mil visitantes, público que teve a oportunidade de assistir palestras e debates de mais de 470 escritores, brasileiros e estrangeiros, acompanhar o lançamento de 500 livros (representantes de mais de 60 países), cerca de 120 seminários e debates, além de apresentações artísticas de aproximadamente 161 artistas e grupos de todo o Brasil.

Nessas três edições, o mercado editorial e literário movimentou mais de R$ 18 milhões com a comercialização de mais de 950 mil livros.

Equipe Chico Vigilante

Equipe Chico Vigilante

Deixe uma resposta