Chico Vigilante critica intenção de governo eleito de cortar contratos com terceirizadas

Notícias

Chico Vigilante critica intenção de governo eleito de cortar contratos com terceirizadas

Para líder petista, ação vai acarretar em demissão de trabalhadores

 

O líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara Legislativa, deputado Chico Vigilante, criticou a informação, divulgada pela imprensa, de que a equipe do presidente eleito prepara lista de cortes em empresas terceirizadas.

Em plenário, na tarde desta segunda-feira (17), o deputado explicou que as empresas terceirizadas contratadas pelo Poder Executivo “são meras repassadoras de mão-de-obra”. Para ele, ao dizer que cortará despesa, o governo eleito estará demitindo trabalhadores.

“Todos nós sabemos que, corte em empresas terceirizadas significa demissão de pessoas, de trabalhadores. Efetivamente, daqueles que prestam o serviço nos ministérios e nas autarquias”, afirmar.

Da tribuna, o líder do PT contou que a notícia viralizou entre os trabalhadores terceirizados das áreas que serão afetadas como vigilância, serviços gerais, limpeza, copeiragem, manutenção, transportes, dentre outras.

“É preciso que os trabalhadores terceirizados se mobilizem. Porque esses trabalhadores são o elo mais fraco no serviço público. São trabalhadores que trabalham para valer e que, agora, correm o risco de serem demitidos”, apontou.

Para Chico Vigilante, é importante que a sociedade brasileira fique atenta a essa postura do governo eleito e espera que os governos do Estados e o do Distrito Federal não queiram repetir a mesma decisão.

“É uma notícia realmente preocupante e estarei à frente com esses trabalhadores nos protestos que virão na Esplanada dos Ministérios pela manutenção do emprego e pela garantia da dignidade destes trabalhadores”, concluiu.

Equipe Chico Vigilante

Equipe Chico Vigilante

Deixe uma resposta