CLDF cria grupo de trabalho especial para debater o aumento das tarifas de ônibus

Notícias

CLDF cria grupo de trabalho especial para debater o aumento das tarifas de ônibus

Nesta quinta-feira, realizamos mais uma reunião na Câmara Legislativa para derrubar o aumento de 10% nas passagens de ônibus do Distrito Federal. Desta vez, nos reunimos com o presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente, representantes de movimentos sociais e o corpo técnico da Secretaria de Transporte e Mobilidade.

Conforme eu esperava, os técnicos da pasta não nos convenceram da real necessidade do aumento, que entrou em vigor na segunda-feira.

Por essa razão, a partir de uma sugestão minha, nesta sexta-feira, será criado um grupo de trabalho e estudo com técnicos da CLDF para tratar de assuntos relativos ao sistema de transporte público do DF, em especial, aos aumentos da tarifa.

Dentre outros objetivos, esse grupo vai estudar com profundidade as questões que envolvem o aumento e, em cima dos resultados obtidos, discutirmos o sistema de transporte do Distrito Federal.

Como presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, fui bastante incisivo nos meus questionamentos aos técnicos da Semob.

Indaguei como os cerca de 400 mil desempregados do DF, que precisam pagar passagens de ônibus na procura pelo emprego, vão ficar com esse aumento de 10%. Ninguém me respondeu ao questionamento.

Também fui duro ao perguntar aos técnicos da Semob sobre a decisão da auditoria realizada pela FGV, encomendada pelo GDF, que recomendou a revisão das tarifas técnicas repassadas às empresas contratadas pelo governo sobre cada usuário do sistema de transporte público.

Do mesmo modo, não obtive resposta quando indaguei sobre a redução de custos de manutenção no sistema de transporte em mais de R$ 93 milhões de 2018 para 2019. Da mesma forma, não fiquei satisfeito com as respostas dadas ao meu questionamento sobre os reajustes da tarifa técnica para a Viação Pioneira.

A próxima reunião dos deputados para tratar dos aumentos das tarifas será na próxima terça-feira. Espero que, desta vez, o secretário Walter Cassimiro compareça.

Chico Vigilante

Chico Vigilante

Deixe uma resposta