Dia da Mulher é dia de luta, afirma Chico Vigilante

 Dia da Mulher é dia de luta, afirma Chico Vigilante

 

O deputado distrital Chico Vigilante (PT), ao homenagear, hoje, no plenário da Câmara Legislativa do DF (CLDF) todas as mulheres pelo seu dia, enfatizou que a data deve ser vista como motivo de luta por igualdade em todos os campos.

“As mulheres até gostam de receber flores e chocolates mas no Dia Internacional da Mulher é importante lembrar o motivo pelo qual essa data existe. Existe exatamente porque, no século passado, um grupo de mulheres americanas de tanto serem massacradas resolveram se organizar. Foram às ruas em passeata protestando contra o salário que ganhavam, contra a exploração que eram vítimas. Elas trabalhavam até 16 horas por dia e não tinham o direito sequer de amamentar os filhos. E um dos donos da fábrica, típico representante dos capitalistas americanos, trancou as mulheres e tocou fogo no local. Elas morreram carbonizadas, daí a origem desta data”, disse o parlamentar, durante a sessão ordinária.

Para o distrital, é preciso lembrar das mulheres ribeirinhas, das quebradeiras de coco no interior do Nordeste, das catadoras de material reciclado, das mulheres da linha de frente no combate à pandemia da Covid. “Quantas enfermeiras, atendentes, auxiliares e médicas perderam a vida tentando salvar vidas nesta pandemia? ”, questionou.

Vigilante destacou, ainda, que é importante e fundamental ser feita uma reflexão sobre esta data. “Sobre a necessidade da igualdade de direitos que as mulheres devem ter, do tratamento efetivo que precisa ser dado às mulheres. E quando falamos em igualdade de gênero é em todos os campos, inclusive na política”. Vigilante afirmou que em relação à igualdade salarial, por exemplo, mesmo aqui no Distrito Federal onde está sediada a capital do país as mulheres continuam ganhando menos do que os homens. “Precisamos alterar essa realidade. A luta das mulheres não pode ser só das mulheres, tem de ser de todos: homens e mulheres que querem uma sociedade justa, igualitária e fraterna”, enfatizou o parlamentar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.