Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas

Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas

Nesta segunda-feira (27) é celebrado o Dia Nacional da Trabalhadora Doméstica. A data homenageia Santa Zita, padroeira da categoria, que morreu neste dia no ano de 1271.

Zita trabalhou como empregada doméstica para uma família, desde seus 12 anos de idade, na cidade de Lucca, na Itália. Ela era conhecida por ser muito generosa com os pobres, tirando sempre do seu dinheiro para atender a quem lhe pedia ajuda. Após sua morte, foi declarada como “Santa das Empregadas Domésticas” pelo Papa Pio XII.

Em 2015, a ex-presidenta Dilma Rousseff assinou a PEC das Domésticas, que mudou o trabalho doméstico no Brasil e que ampliou os direitos destas trabalhadoras. A PEC igualou os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras domésticos aos dos demais trabalhadores, entre eles, jornada de trabalho de oito horas diárias e 44 horas semanais; garantia de salário nunca inferior ao mínimo; reconhecimento de convenções ou acordos coletivos, e pagamento do 13º salário.

No entanto, apesar das conquistas históricas de direitos e do reconhecimento das trabalhadoras como categoria profissional, a categoria não tem o que celebrar em 2020. Pois, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), muitas trabalhadoras estão sendo impedidas de fazer quarentena para se proteger do vírus e se arriscam indo trabalhar.

Nossos parabéns às trabalhadoras domésticas do Brasil, mas com a certeza de que é preciso ainda muita luta e conscientização por parte da sociedade, em especial, dos contratantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.