Em ato dos comerciários no Dia do Trabalhador, Chico Vigilante pede um Brasil melhor

Em ato dos comerciários no Dia do Trabalhador, Chico Vigilante pede um Brasil melhor

Os comerciários do Distrito Federal se reuniram neste domingo (1º ) no Clube dos Comerciários para lembrar o Dia do Trabalhador. Eles aproveitaram uma programação de jogos e brincadeiras para as crianças e muita interação entre os adultos, mas também destacaram a luta do sindicato da categoria para garantir a esses profissionais direitos e garantias.

O deputado distrital Chico Vigilante (PT), que esteve presente , lembrou a importância do 1º de Maio no mundo inteiro, quando neste dia, em 1888, um grupo de trabalhadores americanos resolveu fazer greve para protestar contra uma carga horária de 18 horas diárias e os líderes do movimento terminaram sendo trucidados. “Eles não tinham carteira assinada, hora extra, direito a greve nem a nada. Viviam situação semelhante a que vemos ter hoje muitos brasileiros”, contou.

Vigilante alertou que o atual presidente Jair Bolsonaro acabou com praticamente todos os direitos dos trabalhadores e que a situação precisa mudar com urgência. “Precisamos seguir unidos para fazer esse país voltar a ter, em 2023, um governo que respeite as garantias e direitos das mais variadas categorias profissionais”, afirmou ele, ao ressaltar a boa atuação do Sindicato dos Comerciários. Também estiveram no local a presidente do Sindicato dos Comerciários do DF, Geralda Godinho, e o ex-governador do DF Agnelo Queiroz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.