Hospital de Santa Maria adota regra absurda e fora da lei e proíbe acompanhantes de pacientes de vestirem camisetas, chinelos, shorts e saias

Hospital de Santa Maria adota regra absurda e fora da lei e proíbe acompanhantes de pacientes de vestirem camisetas, chinelos, shorts e saias

O Hospital Regional de Santa Maria, que está sob a gestão do IGES-DF, proibiu o uso de bermudas ou minissaias, chinelos, sandálias e outras vestimentas por acompanhantes de pacientes admitidos no hospital.

A denúncia foi feita pelo deputado Chico Vigilante (PT), em pronunciamento na Câmara Legislativa, nesta terça-feira (28).

De acordo com a deputado, a absurda determinação partiu do chefe do núcleo de segurança do HRSM e as regras estão afixadas nas paredes do hospital.

“Em razão do empobrecimento da população, muitas vezes, as pessoas têm uma camiseta para ir ao hospital. Aí, tem que primeiro comprar um sapato para entrar no Hospital de Santa Maria”, afirma o deputado.

Chico Vigilante encaminhou ofício ao superintendente do HRSM para que o chefe do núcleo de segurança seja afastado e o direito do cidadão de usar a vestimenta que quiser seja restabelecido.

“Acreditamos que no momento em que a família está acompanhando um paciente, diante da carga emocional e da gravidade da situação, o que menos importa para eles, é a vestimenta. Portanto, chega a ser cruel a imposição de regras nesse momento.”, disse o deputado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.