Impasse na ADE Centro Norte perto da solução

Notícias

Impasse na ADE Centro Norte perto da solução

Nesta terça-feira, o distrital Chico Vigilante (PT) levou uma comitiva de treze empresários da ADE Centro Norte para uma audiência com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Valdir de Oliveira. Na pauta, a busca de soluções para a regularização dos imóveis do Pró-DF, localizados na Avenida Elmo Serejo.

O deputado saiu da audiência confiante em uma resolução para breve.

“Estamos evoluindo para encontrar uma solução eficiente e satisfatória para os micro e pequenos empresários da ADE Centro Norte”, disse o deputado na saída da audiência.

São pequenas empresas que estão na região desde o início dos anos 2000 e compreendem oficinas, confecções, marcenarias, serralherias dentre dezenas de atividades.
Por diversos motivos, esses pequenos empresários ainda não regularizam seus lotes e têm a preocupação de que o GDF lance edital de venda dos terrenos já construídos e, desta forma, não terem condições de competir com os grandes investidores.

A principal preocupação dos trabalhadores é que, de acordo com a Lei 6.035/17, que altera o Pró-DF II, eles teriam até este mês para se manifestarem junto à secretaria informando o desejo de exercer o direito de preferência pela posse dos lotes. O prazo para a manifestação de interesse se encerra no próximo dia 14.

Para Chico Vigilante, a melhor solução para o impasse seria o adiamento do prazo de manifestação por parte dos microempresários da ADE Centro Norte. Com isso, os empresários da ADE teriam tempo hábil para regularizarem as próprias situações.

O distrital também sugeriu que a Terracap adote a modalidade de venda direta aos beneficiários do Pró-DF com a possibilidade de os lotes serem avaliados pelo preço da época da construção do setor com correção monetária pelo IGPM.

Valdir de Oliveira se comprometeu a redigir um projeto de lei que amplie o prazo de manifestação de interesse para o próximo ano e reconheceu que os empresários do setor não teriam condições de competir de igual para igual na licitação.

“São pessoas que construíram o setor há quase três décadas que não terão condições de competir com grandes investidores na licitação”, afirmou.

Audiência na Terracap – Durante a reunião nesta manhã, tanto Chico Vigilante quanto o secretário Valdir de Oliveira mantiveram contato com o presidente da Terracap, Júlio Menegoto, e agendaram uma audiência para a próxima terça-feira (12), às 17h, na sede do órgão para que os microempresários expliquem a situação e busquem a resolução do impasse.

Equipe Chico Vigilante

Equipe Chico Vigilante

Deixe uma resposta