Parlamentar reclama da qualidade dos serviços do Detran-DF

Parlamentar reclama da qualidade dos serviços do Detran-DF

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) chamou a atenção, na sessão ordinária desta tarde (10), da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), para o atraso e má qualidade da prestação dos serviços do Detran-DF. Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Casa, ele deixou claro que quer convocar dirigentes do órgão para dar esclarecimentos sobre o atraso e ingerência dos trabalhos, numa audiência pública a ser realizada em breve.

“Se fosse feita uma espécie de concurso para ver qual órgão presta o pior serviço do Distrito Federal, o Detran sairia na frente. E olha que temos muitos setores com problemas em Brasília e nas Regiões Administrativas, como os de Saúde, Educação, Segurança e vários outros”, reclamou.

De acordo com Vigilante, além das dificuldades mais variadas enfrentadas pela população junto ao Detran, “agora inventaram um sistema de agendamento que faz cidadãos esperarem cerca de três meses”. “Em muitos casos, tenho recebido denúncias de que quando as pessoas chegam no local, não conseguem ser atendidas. Isto não pode continuar desse jeito. É uma vergonha, uma indecência e um desrespeito ao contribuinte do Distrito Federal”, afirmou o parlamentar.

Chico Vigilante também criticou os pardais instalados em praticamente todo o DF, que chamou de “verdadeiros caça níqueis”. “As pessoas não dão conta de pagar o tanto de multa que lhes é aplicada, seus carros terminam sendo levados para o Detran e como não conseguem tirar o veículo de imediato, esses veículos fica lá apodrecendo e prejudicando muita gente”, reclamou.

O distrital exigiu do Governo do Distrito Federal (GDF) “providências imediatas em relação ao órgão”. Os diretores serão chamados para vir a esta Casa e participar de um debate franco e aberto conosco. Eles têm obrigação de dar uma satisfação aos contribuintes sobre tudo o que está acontecendo atualmente no órgão”, enfatizou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.