“Se tivéssemos ônibus decentes, não reclamaríamos de repassar dinheiro para as empresas”, diz Vigilante

“Se tivéssemos ônibus decentes, não reclamaríamos de repassar dinheiro para as empresas”, diz Vigilante

Ao discutir o projeto de lei que autoriza a suplementação de crédito de R$ 504 milhões para o sistema de transportes rodoviários do DF, o deputado Chico Vigilante (PT) esclareceu os colegas e também as pessoas que ocuparam a galeria da CLDF que não é só este o valor repassado. Mas sim, um acréscimo, em relação a tarifas técnicas, de R$ 1, 180 bilhões – caso sejam contabilizados todos os repasses.

“Se tivéssemos ônibus decentes, confortáveis, ninguém estaria reclamando. O problema é que esse dinheiro está sendo repassado para uma frota velha que está caindo aos pedaços”, disse o parlamentar. Vigilante citou como exemplo a empresa São José, que não queria renovar a frota. “A renovação da frota é fruto do trabalho dessa Casa, que se empenhou e exigiu a troca dos ônibus até agosto”, frisou. Ele cobrou do GDF o projeto de instalação de um centro voltado para o monitoramento e gestão do transporte rodoviário no DF.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.