Secretaria de Educação abre licitação para a reforma do CEM 10, no P Sul

Notícias

Secretaria de Educação abre licitação para a reforma do CEM 10, no P Sul

A Secretaria de Educação divulgou nesta quinta-feira (25) a abertura de licitação para a reforma completa do Centro de Ensino Médio (CEM) 10, localizado na QNP 30, no Setor P Sul, em Ceilândia, e que está interditado há quase cinco anos. O anúncio foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal.

O valor estimado para a obra é de R$ 6.157.412, 48 para a área de 3.872,50m². O prazo estimado para a execução é de 365 dias corridos. A data de abertura das propostas será no dia 28 de julho, às 10h. O edital chegou a ser aberto em fevereiro deste ano, no entanto, foi adiado por duas oportunidades.

Essa é uma obra fruto da mobilização da comunidade que eu, como deputado, tenho muito orgulho de ter participado. É a demonstração de que, quando a comunidade se une, consegue. Será realizada a reforma geral de todas as instalações: elétrica, hidrossanitária, gás e incêndio; construção de escada e acessibilidade para pessoas com deficiência à quadra poliesportiva.

Luta – Construída há quase 30 anos, a escola está interditada há cerca de cinco anos e os alunos estão frequentando as aulas no CEF 29. Desde a interdição, a comunidade trava uma luta pela reforma do local.

Em agosto do ano passado, realizamos audiência pública para sensibilizar as autoridades do governo da necessidade da reforma escola, construída há quase 30 anos. Na ocasião, o secretário de Fazenda, André Clemente, e o então secretário de Educação, Rafael Parente, assumiram compromisso da renovação completa do CEM 10.

O fim de uma agonia que se arrasta há anos está próximo graças à mobilização da comunidade da região do P Sul e do esforço do nosso mandato. Está de parabéns toda a nossa comunidade. Está de parabéns, também, a diretora Helen Matsunaga, que é uma fera na defesa do CEM 10 de Ceilândia.

Vou acompanhar de perto o passo a passo da obra e, se faltar dinheiro, a gente inteira. Essa obra não vai mais parar porque nós não vamos deixar.

 

Chico Vigilante

Chico Vigilante

Deixe uma resposta