Superlotada, Emergência do HRT recebe infectados com coronavírus em meio a pacientes com outras enfermidades

Superlotada, Emergência do HRT recebe infectados com coronavírus em meio a pacientes com outras enfermidades

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A situação é de colapso total no hospital

Na noite dessa quinta-feira 11, funcionários do Hospital Regional de Taguatinga me denunciaram que pacientes com coronavírus estão misturados a enfermos com outras doenças. De acordo com os profissionais, essa proximidade vai contaminar muita gente.

Eles me contaram que não há lugar para mais ninguém na Emergência do HRT, que está lotada em razão de que foram transferidas a cirurgia e a ortopedia do Hospital Regional de Ceilândia e os pacientes estão sendo deslocados para os hospitais de Taguatinga de Santa Maria. Com isso, o HRT não suporta mais tanta demanda.

Hoje, o HRAN não tinha mais vagas de UTI. Mais cedo, uma vigilante com coronavírus e transferida do Paranoá, necessitou ser entubada às 6h da manhã e precisava de UTI.

Às 10h da manhã, liguei para o secretário de Saúde para alertá-lo da situação e que ela não poderia ficar sem UTI. O marido da vigilante me ligou informando que ela tinha passado o dia entubada sem UTI. Liguei novamente para o secretário e a transferência foi feita por volta das 22h.

Essa é a demonstração clara do motivo que defendo tanto o isolamento social com o fechamento completo do DF. Estamos avançando rumo ao caos.

Está na hora das autoridades pararem de dizer que está tudo bem e aceitarem a real situação.

É preciso que o governador Ibaneis Rocha revele a situação caótica dos hospitais públicos em decorrência da Covid-19.

As pessoas do Distrito Federal precisam ter consciência do perigo real e imediato que é essa pandemia do novo coronavírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.