VIGILANTES MARCHAM CONTRA DEMISSÕES

categoria indefinida Notícias

VIGILANTES MARCHAM CONTRA DEMISSÕES

A luta do Sindicato dos Vigilantes contra as demissões dos trabalhadores que prestam serviço para as empresas Multiserv e Brasfort ganhou mais um capítulo na manhã de hoje.

Após assembleia, centenas de vigilantes marcharam até o Palácio do Buriti para cobrar da Secretaria de Planejamento um posicionamento contra as demissões e o remanejamento deles dos postos de trabalho. Muitos prestam serviço no mesmo local há mais 20 anos.

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) cobra uma resolução rápida para o impasse.

“Não há espaço para perda de emprego. Não aceitaremos a demissão de vigilantes durante a assinatura dos novos contratos”, defendeu o deputado.

O presidente do sindicato da categoria, Paulo Quadros, explica que as duas empresas, que venceram alguns dos lotes da licitação do GDF, estão descumprindo a convenção coletiva e ameaçam demitir 350 vigilantes.

Outro problema enfrentado é o remanejamento. Para forçar os trabalhadores a pedir demissão, as empresas estão trocando os vigilantes dos postos de trabalho.

“Os vigilantes que moram e trabalhavam em Planaltina, estão sendo remanejados para postos no Gama, e vice-versa. Não vamos aceitar esse desrespeito e nem as demissões”, garantiu Quadros.

De acordo com o edital da licitação, as empresas vencedoras devem contratar os mesmos vigilantes que já prestavam serviço nos postos de trabalho dos órgãos do GDF.

Uma lei de iniciativa de Chico Vigilante também garante a permanência deles.

“Estamos na expectativa de que o governo irá encontrar uma solução para esse problema criado pelas empresas. Os vigilantes exigem respeito”, finalizou o parlamentar.

Assessoria de Comunicação

Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta